sexta-feira

Mil e muitos poemas

para Assis Freitas

há um petardo de palavras
um verso imerso no vácuo
que incita luas brevidades e lírios

há um cheiro de palavras
a oferecer ventarolas de piscar olhares
sal de colorido incerto de tão belo

há um desejar de febris palavras
suores colados na pele do silêncio
do amor que entardece sol

há de haver umas mil e muitas outras mesmas palavras
a galopar cotidianos-luz
para lavrar infindas estrelas

12 comentários:

Adriana Aleixo disse...

Bela homenagem, Pizano! Febris palavras. Bjo!

Verso Aberto disse...

a flor da poesia
é mais bela nos versos de Assis

ele merece pra mais de mil

abs Adriana

Assis Freitas disse...

caraca véio, assim não há peito plúmbeo de poeta que aguente. meus mil e muitos agradecimentos por merecer florir em tuas vinhas,



grande abraço

Verso Aberto disse...

ô Assis... é uma honra para nós acompanhar seu nobre e heróico desafio poético

trabalho de gigante

parabéns amigo
forte abraço

Cris de Souza disse...

Merecidíssima homenagem ao mestre!

Verso Aberto disse...

Assis é dono das palavras

pequenina homenagem
ao grande poeta

obrigado pela visita Cris

abração

MA FERREIRA disse...

Que bacana...
Imagino a felicidade do Assis em ser homenageado com tão belo poema..

Eu também ja fui por um poeta portugues, o Daniel Costa.. e confesso fiquei extremamente feliz!!

Parabéns aos dois... a voce pelo gesto e a ele por ser merecedor!

bj.....

Verso Aberto disse...

oi Ma

ha um jeito Assis de enamorar as palavras
uní-las enciomadamente

muito bom reencontrá-la por aqui

(uma peça sua que me veio poemando... dia destes publico aqui, viu?)

abração

MA FERREIRA disse...

Ola!
Fico lisonjeada...me avisa quando acontecer!!
bom final de semana!!

AC disse...

Um piscar de palavras que faz todo o sentido.
Vou segui-lo com todo o gosto.

Abraço

Verso Aberto disse...

oi Ma

tá quase lá

aviso sim

abs

Verso Aberto disse...

obrigado

seu que é trabalho é ótimo

volte sempre

abração